Ostomizados de Friburgo precisam de ajuda.

 

 

 

 

:| CINTO DE SEGURANÇA PARA OSTOMIZADOS |:

 

 

É muito importante lembrarmos que o uso do cinto de segurança é obrigatório em todo o território nacional. A sua falta é considerada uma infração do código trânsito e está sujeita a multas. As estatísticas têm demonstrado a eficiência do seu uso como acessório destinado a preservação da vida.

 

Os cintos de segurança atuais, colocam em risco a integridade física de uma pessoa ostomizada, no caso de freadas bruscas e/ou acidentes. Isso, se dá em decorrência dos estomas e das bolsas coletoras estarem localizados na região abdominal.

 

Em nossas pesquisas não contemplamos nenhuma exceção no código de trânsito brasileiro, que pudesse beneficiar a pessoa ostomizada, com relação a isenção de eventuais multas pelo não uso do cinto. Isso significa que o ostomizado, a exemplo dos demais deficientes físicos, deve buscar os benefícios da Lei para aquisição de um veículo adaptado as suas necessidades físicas.

 

O que apresentamos abaixo é uma solução que não contempla, integralmente, os requisitos de segurança. Contudo, pode ser considerada alternativa e de caráter provisório na ausência de um veículo adaptado.

 

 

1 - O tipo do cinto de segurança.

 

 

Primeiramente, devemos observar se o cinto de segurança do veiculo tem as mesmas características daquele apresentado na Fig.1.

 

 

Banco sem cinto
Fig.1 - Banco sem cinto
Banco com cinto
Fig.2 - Banco com cinto

 

 

2 - O encaixe do cinto de segurança.

 

 

A segunda providência é fixar o cinto de segurança no seu encaixe tradicional (detalhe da Fig.1). Ele ficará como apresentado na Fig.2.

 

Note-se, que isso deve ser feito com o banco vazio.

 

 

Afastando o cinto diagonal
Fig.3 - Afastando o cinto
Sentando no banco com o cinto diagonal afastado
Fig.4 - Sentando no banco

 

 

 

3 - A posição do cinto de segurança.

 

 

Depois que o cinto for colocado sobre o banco vazio, deve-se afastar a sua parte superior (Fig.3), de tal forma que se possa sentar no banco com o cinto sobre peito.

 

 

Usando somente o cinto diagonal
Fig.5 - Cinto colocado
Dirigindo com o cinto diagonal
Fig.6 - Dirigindo

 

 

4 - A posição do cinto de segurança em relação ao estoma.

 

 

Veja que o condutor está sentado sobre a parte do cinto que ficaria em sua cintura (Fig.4). Dessa forma, como mostrado na Fig.5 e Fig.6, o cinto não toca no abdômen do condutor. De qualquer modo, procure verificar se nessa posição o cinto de segurança toca ou passa perto do seu estoma ou da sua bolsa coletora, colocando em risco a sua integridade física. Se isso estiver ocorrendo tente a alternativa proposta abaixo.

 

 

Usando as duas partes do cinto
Fig.7 - Cinto completo
Usando o cinto abdominal
Fig.8 - Parte inferior do cinto

 

 

 

5 - Usando só a parte inferior do cinto de segurança.

 

 

Se o seu estoma ou a sua bolsa coletora ficar na mesma direção da parte superior do cinto, use o mesmo princípio para resolver o problema. Ou seja, sente-se no banco com calma e devagar. Feito isso, coloque o cinto no encaixe, conforme Fig.7 e detalhe da Fig.1. Agora, passe a parte superior do cinto (Fig.8) para as suas costas de tal forma que ele fique entre você e o encosto do banco. Dessa forma, apenas a parte inferior do cinto, a da cintura, estará sendo usada.

 

 

6 - O grampo deve ser usado apenas para reduzir a tensão do cinto sobre o abdômen.

 

 

Um grampo, como mostrado no detalhe da Fig.8, pode ser de grande utilidade para que se tenha segurança e conforto nessas operações. Ele, se colocado no cinto conforme o detalhe inferior da Fig.8, diminui a tensão desse equipamento, sobre o seu usuário.

 

 

7 - Conclusão:

 

Mostramos acima o procedimento que poderia ser adotado por um ostomizado na condição de motorista. Essa solução, também, pode ser estendida para ostomizados na condição de passageiros.

 

Essa proposta foi aperfeiçoada a partir da observação de um dos filhos do autor desse texto. A ele devem ser dados os créditos pela autoria da solução.

 

Se essa sugestão, contribuiu para o seu bem estar ou para o bem estar de um de seus parentes, um de seus amigos, passe essa idéia adiante.

 

 

 

Google

Pesquisa personalizada


O Portal Ostomizados é produzido por Engº Spencer Ferreira, portador da Doença de Crohn e da condição definitiva de ileostomizado.
Licença Creative Commons
Esse conteúdo é licenciado sob uma Licença Creative Commons - Atribuição Não Comercial - Compartilhamento pela mesma licença 3.0 - Não Adaptada.
Autorizações adicionais podem ser obtidas em faleconosco@ostomizados.com.
***Site criado em janeiro de 2007***
*Política de Privacidade*